ANGELICÓ, Aristolochia trilobata.
Plantamed

Busca no Plantamed, com o Google. Aristolochia trilobata L. - ANGELICÓ

Nome científico: Aristolochia trilobata L.

Família: Aristolochiaceae.

Sinônimos botânicos: Aristolochia appendiculata Vell., Aristolochia caracasana Spreng., Aristolochia caudata Booth ex Lindl., Aristolochia macrota Duch., Aristolochia macroura Gomes, Aristolochia macroura var. subtrifida Duch., Aristolochia scandens P. Browne, Aristolochia surinamensis Willd., Aristolochia tapetotricha Lem., Aristolochia trifida Lam., Aristolochia triloba Salisb., Howardia macroura (Gomes) Klotzsch, Howardia surinamensis (Willd.) Klotzsch, Howardia trifida (Lam.) Klotzsch, Howardia trilobata (L.) Klotzsch.

Outros nomes populares: angelicó, calunga, capa-de-homem, contra-erva, erva-de-urubú, papo-de-perú, urubú-caá, jarrinha, mil homens.

Constituintes químicos: aristolochina.

Propriedades medicinais: abortivo, antiofídico, emenagoga, blenorrágico, cicatrizante, tônico.

Indicações: febre, malária, orquite, diarréia, disenteria, úlcera crônica, lúpus, sarna.

Parte utilizada: raiz.

Contra-indicações/cuidados: aristolochina (tóxico somente em altas doses).

Modo de usar:
- decocção da raiz: febrífugo, tônico abortivo, emenagogo, malária, orquite, blenorrágico, diarréia, disenteria, abortivo e eficaz contra veneno de cobra;
- pó das raízes externamente: cicatrizante, úlceras crônicas, lupus, sarna.

Algumas espécies do gênero: Aristolochia.

Se você tem dúvidas quanto ao significado de alguma das palavras usadas nesta página consulte no Glossário.