AVEIA, Avena sativa.
Plantamed

Busca no Plantamed, com o Google. Avena sativa L. - AVEIA

Nome científico: Avena sativa L.

Família: Poaceae.

Sinônimos botânicos: Avena anglica Hort. ex Roemer & Schultes, Avena byzantina var. thellungiana (Malzev) Mor., Avena chinensis Fisch. ex Roem. & Schult., Avena chinensis Link, Avena cinerea hort. ex Roem. & Schult., Avena distans Schur, Avena fatua fo. glaberrima Thell., Avena fatua subsp. cultiformis Malzev, Avena fatua subsp. macrantha (Hack.) Malzev, Avena fatua subsp. praegravis (Krause) Malzev, Avena fatua subsp. sativa (L.) Thell., Avena fatua subvar. contracta (Neilr.) Malzev, Avena fatua var. sativa (L.) Hausskn., Avena fatua var. glaberrima (Thell.) Malzev, Avena flava Hort. ex Roem. & Schult., Avena fusca Schur, Avena fuscoflora Schur, Avena georgiana Roem. & Schult., Avena georgica Zuccagni, Avena grandis Nevski, Avena heteromalla Haller, Avena hungarica Lucé, Avena macrantha (Hack.) Malzev, Avena macrantha (Hack.) Nevski, Avena nigra Wallr., Avena nodipilosa (Malzev) Malzev, Avena orientalis Schreb., Avena pendula Gilib., Avena persarum Nevski, Avena podolica Pascal. ex Zuccagni, Avena ponderosa L. ex B.D. Jacks., Avena pseudosativa (Thell.) Herter, Avena pseudosativa Thell. ex Malzev, Avena racemosa Thuill., Avena rubra Zuccagni, Avena sterilis fo. pseudosativa Thell., Avena sterilis var. thellungiana Malzev, Avena tartarica Ard., Avena thellungii Nevski, Avena triseta Thunb., Avena unilateralis Brouss, ex Roem. & Schult., Avena verna Heuze, Avena volgensis (Vavilov) Nevski.

Outros nomes populares: aveia-cultivada; aveia hafer (alemão); avena (espanhol, italiano); avena, avoine (francês); avoine, common oat (inglês); oats (italiano).

Constituintes químicos: ácidos avênicos A e B, ácido pantotênico, ácido salicílico, albuminas, amido, apigenina, avenacosídeos A e B, carboidratos, carotenos, enzimas, fibras, glicídios, gluconinas, isoorientina, lipídios, maltose, niacina, óleos fixos (fonte de vitamina E), proteínas, sais minerais (sódio, fósforo, cálcio, ferro), vitamina B1 e B2, vitexina.

Propriedades medicinais: ansiolítica, antidepressiva, anti-hemorroidais, anti-reumática, antidiabética, aperiente, calmante, cicatrizante, digestiva, diurética, emoliente, expectorante, hepatoprotetora, hipotensora, laxante, nutritiva, refrescante, remineralizante, tônico reconstituinte nervoso, vitaminizante.

Indicações: acalmar dores reumáticas, aumentar a lactação, ciática, cólica, dar brilho ao cabelos; convalescentes de doenças graves, de operações e de diarréias violentas; desinflamar as mucosas e deter diarréia; dores de garganta e do tórax, diabete, eczema, esclerose, estimular o apetite, estimular a energia física e psíquica e a capacidade de concentração; evitar o cansaço e reduzir a necessidade de sono; facilitar a digestão e regular os intestinos; fadiga nervosa, frieiras, gota, gripe, hipertensão, impigens; insônia, nervosismo, perturbações hepáticas, prevenir a cárie dentária, queda de cabelo, reduzir a atividade tiroidiana, reduzir colesterol, rouquidão, tosse.

Parte utilizada: parte aérea, sementes.

Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada.

Modo de usar:
- "in natura" misturada ao leite, com sucos de frutas ou pura, no preparo de broas e bolos, sopas, mingaus e flocos de cereais industrializados; Os grãos são usados para preparar diversos uísques e, em alguns países, na fabricação de cerveja;
- na fabricação de cremes e máscaras emolientes, tônicos para a pele e xampus;
- germe de aveia: reduz níveis de colesterol do sangue;
- decocção da palha de aveia adcionado à água de banho: acalmar dores reumatismais, ciática, perturbações hepáticas, eczema, frieiras, impigens;
- decocção de três punhados de aveia em um litro e meio de água, ferver até que se reduza a um litro. Beber durante o dia: diurético, hidropisia;
- decocção de 50 g de aveia (depois de lavada em água corrente) em um litro de água, Ferver até o líquido reduzir à metade, filtrá-lo e adoçá-lo com mel. Beber em xícaras durante o dia: diarréia; Na água de banho (sem adoçar), pode se usar um litro do decocção: emoliente, refrescante;
- decocção de 30 g da palha em 1 litro de água: aumentar a diurese;
- infusão das folhas: tosse, gripes, rouquidão, cólicas, queda e brilho dos cabelos, fadiga nervosa, depressão, ansiedade, insônia e convalescência; auxiliar no tratamento da diabetes e preventivo de arteriosclerose e hipertensão; reumatismo, dores ciáticas, perturbações hepáticas, reduzir níveis de colesterol; facilitar a digestão, regular o intestino, auxiliar em casos de prisão de ventre e hemorróidas, estimular o apetite, atenuar dores no tórax e na garganta; prevenir a cárie dentária;
- infusão de um punhado de palha de aveia triturada em um litro de água. ferver, por 20 minutos. Beber durante o dia: ácido úrico;
- infusão de duas a três colheres de café de flocos de aveia por chávena de água; tomar três vezes por dia: estimular o apetite e atenuar as dores de garganta e do tórax; fadiga nervosa, nervosismo, insônia, reduzir a atividade tiroidiana, coadjuvante na diabete, esclerose, hipertensão;
- compressas: ferver dois punhado de farinha de aveia em pouco vinagre. Colocar a papa sobre uma gaze, aplicando-a sobre o local afetado: lumbago, tosse cararral;

Uso externo:
Adiciona-se à farinha de aveia, pequena quantidade de água (suficiente apenas para formar uma pasta). Aplicar sobre a pele e também em pequenas mordeduras de insetos, tratamento da pele, emoliente;
- ferver 1 colher de sopa de aveia em água até ter consistência de mingau. Tomar 2 a 3 xícaras de chá ao dia; cataplasma no peito para catarros bronquiais;

Algumas espécies do gênero:Avena.

Foto é encontrada em:
www.henriettesherbal.com/pictures/p02/pages/avena-sativa.htm
www.henriettesherbal.com/pictures/p02/pages/avena-sativa-1.htm
www.henriettesherbal.com/pictures/p02/pages/avena-sativa-2.htm
www.swsbm.com\Images\New8-21\Avena_sativa.jpg

Se você tem dúvidas quanto ao significado de alguma das palavras usadas nesta página consulte no Glossário.